Quinta-feira, 28 de Fevereiro de 2008

2ª monitorização à ribeira de Talaíde

Objectivos:

 

No dia 14 de Fevereiro de 2008, o grupo do PART (Ana Filipa, Joana Gomes e Vera Patrício) voltou  à Ribeira de Talaíde, acompanhadas pela professora Susana Bulcão.

Continuando a monitorização anterior, esta segunda visita tinha como objectivos reconhecer o troço a adoptar e voltar a fazer algumas medições e observações em parte do troço já percorrido para ver se havia grandes mudanças.

 

As hortas

Conclusões:

 

Notámos com agrado que a pequena parte jardinada continua a evoluir e já está a ser construida lá uma parque infantil. Esperemos que não se esqueçam dos caixotes do lixo!

Quanto á ribeira verificamos que mantêm as mesmas caracteristicas fisicas (água limpida, sem cheiros, estreita, com vertentes bastante acentuadas) que no troço anteriormente visitado (para jusante).

Mas ao contrário do troço anterior, aqui já se pratica a agricultura.

No nosso ponto de vista esta utilização não é negativa em si, já que se trata de aproveitar os recursos naturais da zona, usufruir da ribeira, o que é negativo é a forma anárquica como é feita. Ao serem usados desperdícios, por exemplo,na construção das cercas perde-se a noção do que é lixo de facto e do que poderá estar a ser reutilizado. Este é um ponto difícil de melhorar já que por um lado achamos que se deve preservar o direito das pessoas da localidade de usufruírem da ribeira, mas por outro há que mantê-la limpa e preservar o seu ecossistema.

tags: ,
publicado por Ecopolis10 às 12:53

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008

Entrevista a professora Ana Formoselle

No dia 24 de Janeiro fizera uma entreviste á professora Ana Formoselle, que está ligada ao projecto rios e á UNESCO. A professora Ana informou-nos que este projecto surgiu em 2003 porque era o ano internacional da água doce. “Das várias ideias propostas pela UNESCO, a escola decidiu adoptar a Ribeira da Lage e daí surgiu a ideia de entrar no concurso Oeiras Inova, e dar-lhe um nome apelativo.” E depois foi só propor o parque ecológico. Este projecto foi concebido com a ajuda dos professores de História e geografia e com alguns alunos do 8º e 9º anos. Para a preparação do projecto a professora Ana disse-nos que houve “visitas de estudo com eles á Ribeira, mas apenas aprofundámos a parte da fauna e da flora.” Pergunta-mos, curiosos, como tenha surgido o projecto e a professora respondeu-nos “mapas e percursos que já existiam, a do jardim, do Palácio do Marquês, que já tem percursos que os serpenteiam e passam na Estação Agronómica, ao longo da Ribeira. Nós pensamos em prolongar os percursos até à escola, daí o projecto. Esta é uma escola no meio do campo e assim passaria a não ser.” Por fim pergunta-mos se o projecto se ia realizar ao que a professora Ana Formoselle respondeu “A câmara já está envolvida nisso com o Parque Temático do Marquês. Não é parque Ecológico mas temático, que também chama a atenção e é uma forma de tomar conta de toda aquela zona. Aos poucos vão concretizar o projecto pegando em algumas das ideias propostas.”
sinto-me:
publicado por Ecopolis10 às 11:24

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 14 de Fevereiro de 2008

Entrevista a Jogador

 

 

Vamos amanhã (sexta-feira) realizar uma entrevista a um ex-colega nosso, que joga nos Leões de Porto Salvo.

Pretendemos com esta entrevista saber como é o ambiente no clube e como ele se sente lá e também o que ele acha da freguesia em si.

Na outra parte da entrevista vamos inquiri-lo acerca da nossa escola, onde já andou, fazendo deste modo um duplo diagnóstico.

 

Entrevista:

 

            CRLPS:

  1. Que idade tens?
  2. Há quanto tempo jogas nos Leões de Porto Salvo?
  3. Antes de vires para este clube jogavas onde?
  4. Gostar de jogar cá? Como é o ambiente?
  5. Se pudesses escolher mudavas de clube ou continuavas neste?
  6. Achas que o CRLPS dá o apoio suficiente aos seus desportistas?

 

ESAR:

  1. Sabemos que andaste na nossa escola (na nossa turma). O que achaste da escola nos 4 anos em lá andaste? Gostavas da escola? E o ambiente?
  2. Achas que a escola apoia todos os alunos?
  3. Se tivesses o poder de mudar alguma coisa na escola, o que seria?

 


 

 PORTO SALVO:

  1. Vives em Porto Salvo?
  2. Do que tens observado, o que achas desta freguesia?
  3. É uma boa freguesia para se viver?
  4. Achas que apoia os jovens, principalmente, no teu caso, os desportistas?
  5. O que achas que deve ser melhorado na freguesia?

 

Obrigado pela entrevista. Ficamos muito gratos pela tua ajuda. A Ecopólis Agradece

 


 


 


publicado por Ecopolis10 às 11:42

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2008

Desafio Proposto pelo CCC

                Escolhemos para Cidade Creativa a Vila de Porto Salvo, por ser a zona onde está inserida a nossa escola, mas também por acharmos que esta é uma freguesia com imenso potencial que merece ser revelado e aproveitado da melhor maneira possível.
         O nosso objectivo geral é o de melhorar Porto Salvo a todos os níveis, apresentando propostas que farão da freguesia um local mais atractivo para quem por aqui passar (para ficar ou para visitar).
         As nossas zonas de acção são, principalmente: perto da nossa Escola (e das outras escolas da freguesia ), pois deveria oferecer mais opções aos jovens e na área que circunda a Ribeira da Lage, área essa que está bastante poluída. Como podem ver pelo nosso blogue, o nosso principal mote para este trabalho é o ambiente, que achamos que deveria ser melhor tratado na freguesia.
         Como a nossa principal zona de melhoramento é a Ribeira da Lage, estamos a trabalhar em conjunto com 3 colegas da nossa turma (Vera, Ana Filipa e Joana Gomes) cujo grupo se intitula de PART (Projecto de Adopção da Ribeira de Talaíde – afluente da Ribeira da Lage).
Estas colegas estão a trabalhar no Projecto Rios - visa a adopção de um troço de 500 metros de um rio ou ribeira por parte de um grupo de pessoas em qualquer zona do país.
Começámos o nosso trabalho também (além de todas estas apresentações da Ribeira) por contar um pouco a história de Porto Salvo, enquanto freguesia do concelho de Oeiras, distrito de Lisboa, para que todos conhecessemos a zona.
Depois de todas estas apresentações à zona, começámos a apresentar-nos a nós mesmos criando um folheto em que nos apresentávamos e falávamos do projecto e dos nossos objectivos. Criámos também um logotipo (que pode ser visto no blogue) e um slogan (Trazer a Ecologia para a cidade? Connosco é realidade!) que visam identificar o grupo e os seus objectivos.
Tencionamos envlver a comunidade no nosso trabalho, pois é importante ouvir a opinião de quem vive na região e sabe reamente o que se passa.
De seguida, um pouco atrasados, passámos para o diagnóstico da zona. Esta é uma fase em que tem de se ter cuidado, pois nem sempre o que parece real é mesmo.
Apesar de o diagnóstico estar um pouco atrasado, já conseguimos separar as zonas em que há mais problemas na freguesia:
Ambiente (Poluição na Ribeira, e não só, Lixo e electrodomésticos na área circundante, falta de limpeza da mata, etc)
Apoio a jovens (que tentam fazer algo pela freguesia e falta de gruposde entretenimento)
Auxílio a idosos (mais centros de convívio e de apoio)
Urbanismo (melhoramento das estradas, melhor sinalização, etc)
Criminalidade (falar com psp, pois esta é uma zona, principalmente a do bairro dos navegadores, bastante problemática)
Zonas Verdes (há falta de jardins e parques infantis para as crianças, falta de zonas arejadas onde se possa passear e fazer desporto)
 
Achamos que estes são os grupos mais problemáticos da freguesia, e que os outros (como por exemplo a cultura em que a Vila dá um grande apoio – ranchos e grupos culturais) estão relativamente bem.
Vamos continuar com as entrevistas, entrevistando de seguida um jogador dos Leões de Porto Salvo, perguntando-lhe o que acha dos apoios ao desporto.
Vamos tentar pedir à CMO que seja feita uma limpeza regular à ribeira e às zonas poluídas da nossa freguesia.
Depois de tudo pronto vamos dar as nossas opiniões e propostas para um Porto Salvo melhor de várias maneiras diferentes: vamos escrever tudo em texto, exemplificando com as fotografias do problema e desenhos da inovação e vamos criar uma maquete (para a apresentação na escola) que representará algumas zonas da freguesia em que vamos actuar mais, mudando diversas coisas na zona real.
Esperamos poder trabalhar em conjunto com as escolas básicas da zona, sendo que uma escola do nosso Agrupamento já demonstrou interesse e que colaborássemos com eles.
Esperamos que deste modo a freguesia melhore e que todos nós possamos aprender mais um pouco sobre o que é viver em comunidade respeitando os outros e, principalmente, a natureza.
 
Obrigado
Escola EB 2,3 com Secundário Aquilino Ribeiro
Joana Lourenço, Joana Lopes, Ana Neto, Ricado Ferreira e Erika Cruz
Ecopólis
http://ecopolis10.blogs.sapo.pt
publicado por Ecopolis10 às 17:27

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 7 de Fevereiro de 2008

Conclusoes das análises à àgua

Como prometido a pesquisa foi concluida.

O Dr. Pedro Teiga e o Dr. Domingos Leitão mandaram-nos um e-mail com as classificações dos cursos de água superficiais

 

 

PARÂMETRO:

UNIDADES:

MÉTODO DE CÁLCULO

A

B

C

D

E

Excelente

Boa

Razoável

Muito má

PERCENTIL

FREQUÊNCIA

MIN

MAX

MIN

MAX

MIN

MAX

MIN

MAX

-

Azoto amoniacal

mg/l NH4

 85

 8

 -

 0.5

 -

 1.5

 -

 2.5

 -

  4

  >4

Condutividade

µS/cm, 20ºC

 85

 8

 -

 750

 -

 1000

 -

 1500

 -

  3000

  >3000

Nitratos

mg/l NO3

 85

 8

 -

 5

 -

 25

 -

 50

 -

  80

  >80

Oxigénio dissolvido (sat)

% Saturação de O2

 85

 8

 90

 -

 70

 -

 50

 -

 30

  -

  <30

pH

Escala Sorensen

 85

 8

 6.5

 8.5

 5.5

 9

 5

 10

 4.5

  11

  >11

 

            Comparando os valores das análises com os valores ideais quanto a presença de azoto amoniacal o troço da ribeira de Talaíde está em má condição. Quanto à saturação de oxigénio e presença de nitratos está em boa condição e ao pH e à condutividade está excelente.

Como não temos acesso a valores ideais de mais testes de qualidade da água só podemos fazer estas poucas comparações.

Podemos com estas comparações concluir que a ribeira está em condições razoáveis, mas esperamos que no fim deste projecto a ribeira esteja em condições excelentes, a todos os níveis.

tags: ,
publicado por Ecopolis10 às 13:14

link do post | comentar | favorito

EcoGrupo

Nº de visitantes

Counter Stats
gold coast mechanics
gold coast mechanics Counter

Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Posts antigos

Fim do ano

Poster e Relatório

Lagoas Park no Virtual Ea...

Ribeira de Talaíde no Vir...

Propostas para a Ribeira ...

Maquete da Escola - Final...

maquete - Informações Fre...

Virtual Earth - Leões de ...

As Ribeiras na Sic

Virtual Earth

tags

todas as tags

EcoLinks

arquivos

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Eco Fotos

pesquisar

 
blogs SAPO

subscrever feeds