Segunda-feira, 28 de Janeiro de 2008

A Ribeira da Nossa Aldeia

No nosso exaustivo estudo de Fernando Pessoa descobrimos um poema de Alberto Caeiro que nos tocou muito pelo seu assunto tão próximo do nosso projecto.

Este poema é sobre o rio da aldeia, que, para nós, é a ribeira da Lage. Pode não ser um verdadeiro rio, mas, para nós, vale tanto como se fosse.

Aqui fica o poema:


"O Tejo é mais belo que o rio que corre pela minha aldeia,
Mas o Tejo não é mais belo que o rio que corre pela minha aldeia
Porque o Tejo não é o rio que corre pela minha aldeia.

O Tejo tem grandes navios
E navega nele ainda,
Para aqueles que vêem em tudo o que lá não está,
A memória das naus.
O Tejo desce de Espanha
E o Tejo entra no mar em Portugal.
Toda a gente sabe isso.
Mas poucos sabem qual é o rio da minha aldeia
E para onde ele vai
E donde ele vem.
E por isso porque pertence a menos gente,
É mais livre e maior o rio da minha aldeia.

Pelo Tejo vai-se para o Mundo.
Para além do Tejo há a América
E a fortuna daqueles que a encontram.
Ninguém nunca pensou no que há para além
Do rio da minha aldeia.

O rio da minha aldeia não faz pensar em nada.
Quem está ao pé dele está só ao pé dele.
Fernando Pessoa (Alberto Caeiro)

A RIBEIRA DA LAGE É O RIO DA NOSSA ALDEIA

publicado por Ecopolis10 às 13:02

link do post | comentar | favorito
|

EcoGrupo

Nº de visitantes

Counter Stats
gold coast mechanics
gold coast mechanics Counter

Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Posts antigos

Fim do ano

Poster e Relatório

Lagoas Park no Virtual Ea...

Ribeira de Talaíde no Vir...

Propostas para a Ribeira ...

Maquete da Escola - Final...

maquete - Informações Fre...

Virtual Earth - Leões de ...

As Ribeiras na Sic

Virtual Earth

tags

todas as tags

EcoLinks

arquivos

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Eco Fotos

pesquisar

 
blogs SAPO

subscrever feeds